quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Mais temperado

Já fui metade de uma laranja, mas hoje sou metade inteira. Sou mais que ontem e gosto do gosto que essa liberdade de mim mesma tem. Gosto do gosto que as coisas têm, o sal da piscina, o sal do mar, o doce que me é amargo. Gosto da pimenta que me queima a boca. Sinceramente? Gosto dos venenos! Esse negócio louco de pureza foi-se há tempos, a gente sabe que as segundas e terceiras intenções são levemente, na verdade fortemente mais temperadas.
Eu gosto do abraço apertado sim, eu gosto. Do carinho chamego, sim meu bem. Mas também gosto das loucuras que meus lençóis escondem até de mim.

Um comentário:

Drika. disse...

E quem não gosta de loucuras que até os lençóis escondem de nós?

LINDA.
você arrasa sempre.
Te amo